Alcino Zanatta

Telefones 48 3433.2325 | 48 3433.2375

 

 

     Quem Somos

 

 

Um breve histórico da loja  Alcino Zanatta Ferragens
 
Em 1947 a Loja Alcino Zanatta iniciou suas atividades, no seu primeiro endereço, na esquina da Rua Coronel Marcos Rovaris com a Marechal Deodoro, em um prédio do Sr.Emilio Serafim. Inicialmente, Alcino constituiu sociedade com Otávio Coan.  Em 1953, com a saída de Otávio, ingressaram na administração o irmão Jorge Zanatta (com 5%) e o sobrinho Jaime Zanatta (com 1%) e a loja passou a se chamar Alcino Zanatta e Cia. 
 
A loja começou como uma tradicional casa de ferragens e comercializava ferramentas agrícolas, correias, bicicletas, lonas para caminhão e até mesmo farinha, açúcar e azeite de oliva. Mas foi com o aumento do consumo do carvão catarinense, impulsionado após a Segunda Guerra Mundial, que o comércio de Alcino Zanatta cresceu.  
 
O estabelecimento foi por muito tempo o único fornecedor de explosivos para as carboníferas da Região. Dona Eleonora  Zanatta, esposa de Alcino, ainda lembra de como era rigoroso vender explosivos. "O Alcino prestava contas no quartel em Curitiba e não podia ter um número fora dos conformes", conta com lucidez aos 88 anos. 
 
No ano de 1955, a empresa mudou-se para uma sede própria, bem mais ampla e com grande estacionamento, localizada quase em frente à primeira loja, na Rua Marcos Rovaris, número 100.
 
Na década de 90 a loja parou de trabalhar com explosivos, mas continuou forte na venda de ferragens.  Atualmente atende setores de mineração, construção civil, indústria metal-mecânica, química, madeireira, cerâmica, oficinas, jardinagem e público em geral.
 
Já na terceira geração da administração familiar, sob o comando de Ricardo Zanatta Guidi - neto de Alcino - o estabelecimento mudou-se para a Avenida Centenário, número 4130. A loja mantém a tradição familiar de um dos comércios mais antigos da Região com solidez nos negócios e com os pilares de honestidade e trabalho árduo.
 
 
Quem era Alcino Zanatta 
 
Um homem honesto e trabalhador. "Alcino só não trabalhava quando estava dormindo", conta Eleonora, a viúva. Quando a palavra "gestão" ainda era coisa do futuro, Alcino já ensinava aos familiares que contas da empresa e despesas de casa não podiam se misturar. Para Eleonora, Alcino soube educar os filhos e trabalhou muito para se tornar um homem próspero. No início, ele costumava viajar a São Paulo de avião e voltava dirigindo um caminhão cheio de mercadorias para vender. O caminhão também era vendido, já que as viagens eram muitas.
Foram tempos de muito trabalho e dedicação que resultaram em uma loja familiar sólida construída com valores de honestidade e dedicação ao trabalho.
 

 

 




 

 

Maccari Revestimentos Cerâmicos - Deca Refratários

 

Todos os direitos reservados - Ano 2013

Av. Centenário, 4172 | Bairro São Cristóvão | CEP 88802-502 | Criciúma / SC

vendas@alcinozanatta.com.br

Fone: 48 3433.2325 | Fax: 3433.3891

 

 

Desenvolvimento: Infoline Informática by Rita Lima